ead-if3

  

Ambiente-virtual-campus-machado

   estacao-cultura

 fadema

 selo-acesso1

dominio-publico

 CAPES

sisreq2

ouvidoria

Notícias Noticias 2017 Entrega à Comunidade
Entrega à Comunidade

 

IFSULDEMINAS realiza cerimônia de entrega da sede da Reitoria à comunidade

Prédios com sistema de captação de água da chuva e geração de energia solar são destaques 

A manhã desta quinta-feira, 06 de julho, representa um marco na história do Instituto Federal do Sul de Minas. Autoridades dos poderes executivo e legislativo, representantes de diversas instituições, inclusive da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC), reitor, pró-reitores, diretores, servidores que fazem e fizeram parte da trajetória do IFSULDEMINAS se reuniram para a cerimônia oficial de entrega da Reitoria e inauguração dos prédios da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional, Setor de Patrimônio e Almoxarifado, Estúdio para Educação a Distância, Área de vivência e o prédio da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicações. Aproximadamente 200 pessoas prestigiaram o momento.

Os prédios que abrigam os diversos setores da unidade contam com sistema de captação de
água das chuvas para reúso. São três caixas d'água que têm capacidade para armazenar cerca de 100 mil litros. Em maio deste ano, painéis fotovoltaicos foram instaladas no telhado de um dos edifícios e na cobertura do estacionamento. As placas são capazes de gerar cerca de 90% do consumo de energia dos prédios. A área construída tem quase 3.000 metros quadrados e tiveram um custo total de cerca de 5 milhões de reais. Entre os edifícios erguidos para as Reitorias dos demais institutos federais, é considerada uma das obras com menor custo.
Reitoria 2016

Para compor a mesa de honra da solenidade foram convidados o reitor do IFSULDEMINAS, professor Marcelo Bregagnoli; o coordenador-geral de Planejamento, Orçamento e Gestão da Rede Federal, Paulo Henrique de Azevedo Leão, representando a secretária de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Eline Neves Braga Nascimento; o coordenador-geral de Desenvolvimento de Pessoas da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica e membro do Conselho Superior do IFSULDEMINAS, Fábio Pereira Ribeiro; os pró-reitores Carlos Alberto Machado Carvalho (Ensino); Cléber Avila Barbosa (Extensão); José Luíz Resende Pereira (Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação); Flávio Henrique Calheiros (Desenvolvimento Institucional).

O Hino Nacional foi executado pela Banda de Música do 20º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais regida pelo maestro e primeiro tenente, Ricardo Rosental de Carvalho. Durante a solenidade, foi relembrada toda a trajetória histórica de concepção do Instituto. Foram apresentados dois vídeos sobre a instituição, um deles sobre a estrutura do IFSULDEMINAS e o outro ilustrou a trajetória de implantação da Reitoria, desde 2008 até a entrega definitiva das últimas obras.

IMG 3440Os primeiros reitores Rômulo Eduardo Bernardes da Silva e Sérgio Pedini receberam placas de homenagens das mãos do reitor Marcelo Bregagnoli. Em seus discursos, eles recordaram os desafios vividos durante seus mandatos, enfatizando os esforços dos servidores e colaboradores que trabalharam para construir o IFSULDEMINAS, além dos muitos agentes que contribuíram de uma forma ou de outra para a superação dos obstáculos.

“É um grande prazer retornar à Reitoria do IFSULDEMINAS”, comentou Rômulo. De acordo com ele, não era para existir o Instituto Federal do Sul de Minas. “Essa conquista só foi possível, porque bravos diretores assumiram, com coragem, a responsabilidade de transformar as três escolas agrotécnicas em Instituto Federal. Sou grato ao Rogério Aranha, ex-superintende de Patrimônio da União, que doou o terreno para construção do prédio da Reitoria”. Ele relembrou como tudo começou, “a caneta vinha do Campus Machado, o caderno vinha do Campus Inconfidentes, a garrafa de café era de um funcionário, o sofá era de outro. Assim, fomos tocando o Instituto, muito bem conduzido pelo Sérgio Pedini e agora, pelo Marcelo Bregagnoli. Muitos diziam que era um absurdo três escolas pequenas se tornarem um instituto. No entanto, pouco tempo depois, o IFSULDEMINAS se tornou referência nacional”, disse.

Sérgio Pedini foi além, resgatou um pouco mais da história de implantação da instituição, mencionando o papel do então deputado Odair Cunha, “ao dizer para o Ministério da Educação que o Sul de Minas merecia um instituto”. Segundo Pedini, muito antes disso, as três escolas já se posicionavam por algo mais. “Um decreto impedia a expansão das escolas federais, porém, rompemos com essa obrigação e começamos a instalar polos de rede. Em 2005, um outro decreto foi publicado autorizando, de forma experimental, que as 33 escolas agrotécnicas ofertassem cursos superiores, coisa que era proibida até então. Apenas 11 escolas aceitaram o desafio, já que o documento não previa recursos orçamentários ou humanos para tal, Inconfidentes, Machado e Muzambinho estavam entre elas”. Para o ex-reitor, naquele momento, nascia o embrião do que seria vontade não só das escolas mas do Sul de Minas. “De certa maneira, as escolas não cambiam em si enquanto escolas agrotécnicas”. Ele finalizou seu discurso com uma frase de Fernando Pessoa: “'Deus quer, o homem sonha e a obra nasce', não era nosso sonho construir uma Reitoria, nosso sonho era ofertar ensino público, gratuito e de qualidade para toda uma região”.

Odair Cunha, secretário do Governo de Minas Gerais, não pôde comparecer devido a compromissos assumidos anteriormente, mas enviou uma carta na qual saudou todos os participantes e que foi lida durante a cerimônia. “Ao longo desses nove anos do IFSULDEMINAS, tive a satisfação de estar presente, de acompanhar de perto, desde a criação até a expansão do Instituto, porque sempre acreditei na diferença que este projeto poderia proporcionar aos nossos jovens. Como um grande entusiasta da expansão dos institutos federais, não tenho dúvidas de que o IFSULDEMINAS é um grande exemplo de organização, administração, e claro, qualidade de ensino, não só para Minas Gerais mas para todo o país”, escreveu em um dos trechos.

o coordenador-geral de Planejamento, Orçamento e Gestão da Rede Federal, Paulo Henrique de Azevedo Leão, justificou a ausência da secretária Eline Neves Braga Nascimento. Ele aproveitou a ocasião para demonstrar sua simpatia pelo IFSULDEMINAS e comentou que acredita na educação profissional como o principal caminho para o Brasil. “Lá em Brasília, estamos lutando no meio de tanto coisa, quebrando a cabeça para criar ações que possam melhorar nosso país. É difícil, mas a gente consegue, o IFSULDEMINAS é um exemplo disso, é um instituto que tem destaque nacional. Pelo número de matrículas, percebemos que muita gente quer estudar aqui. No Brasil todo, temos cinco Institutos federais que se destacam e o Instituto Federal do Sul de Minas é um deles”. O secretário parabenizou a equipe de trabalho e ainda comentou que o fator humano é um grande diferencial da instituição. “É muito gostoso trabalhar com o pessoal do IFSULDEMINAS”, finalizou.

Ao fazer uso da palavra, o reitor Marcelo Bregagnoli destacou a importância desse momento para o Instituto. Ele agradeceu a presença de todos, a contribuição dos gestores, servidores e demais colaboradores que ajudaram a construir o IFSULDEMINAS e, ainda, o empenho dos envolvidos na organização do evento. Bregagnoli se disse muito contente com as palavras proferidas, principalmente, relacionando a trajetória histórica da instituição com a fala do coordenador-geral de Planejamento, Orçamento e Gestão da Rede Federal, ao dizer que o IFSULDEMINAS é destaque na Rede. “Aqui tem garra, aqui tem vontade de fazer mais, de levar mais educação, de contribuir com os arranjos produtivos locais. Uma instituição só sobrevive, olhando para trás, para sua história. O nosso Instituto trabalha em função de indicadores, todos são comprometidos com o trabalho. Somos destaque em uma pesquisa sobre permanência e êxito dos estudantes feita com todos os institutos da Rede Federal. Temos mais de 30 câmaras de colegiado, a proposta dos nossos cursos são trabalhadas na base”, comentou. Bregagnoli.

O reitor ainda aproveitou o momento para anunciar a parceria que o IFSULDEMINAS está firmando com a ONG WWF para fazer uma adaptação do projeto Pegada Ecológica, responsável por medir a quantidade de recursos naturais para manter o estilo de cada pessoa. Na proposta do IFSULDEMINAS, os indicadores serão usados para mensurar a quantidade de recursos necessários para manter o funcionamento das instituições de ensino em todo o país. A proposta é orientar as demais instituições a seguirem os passos do Instituto, implantando sistemas mais sustentáveis e priorizando o uso de recursos renováveis.

Depoimentos

Carlos Laraia, reitor da Universidade do Vale do Sapucaí (Univás), elogiou a estrutura da Reitoria do IFSULDEMINAS. Ele acompanhou parte da história da instituição, mas ainda não conhecia a sede, em Pouso Alegre. “Quero parabenizar toda a equipe do IFSULDEMINAS e principalmente, o reitor Marcelo Bregagnoli. Nós da Univás, vemos o Instituto como um grande parceiro. A preocupação com o meio ambiente e sustentabilidade serve de exemplo para outras instituições”, disse.

O ex-superintende de Patrimônio da União, Rogério Veiga Aranha, comentou a satisfação de fazer parte da história do IFSULDEMINAS. Ele foi responsável pela doação do terreno onde foi construída a Reitoria e pela negociação de outras áreas doada aos campi. “É uma alegria que vou levar para a vida toda, contribuir com uma instituição que saltou de 4 mil para 41 mil alunos é um privilégio muito grande, um verdadeiro presente”.

“Eu não conhecia a sede da Reitoria do Instituto Federal do Sul de Minas, na verdade, quando estamos lá em Brasília só temos ideia de números. Cada vez que visito uma instituição, fico surpreso com o que vejo, mas o IFSULDEMINAS conseguiu me surpreender ainda mais. É uma instituição que está muito a frente pela preocupação com o meio ambiente, com a sustentabilidade, com sistema de captação de água da chuva e geração de energia solar. Essa é uma necessidade dos tempos atuais. O reitor Marcelo está de parabéns, pois construiu uma estrutura fantástica com recurso reduzido e com um custo excelente. Volto com uma impressão muito positiva”, comentou Fábio Pereira Ribeiro, coordenador-geral de Desenvolvimento de Pessoas da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica e membro do Conselho Superior do IFSULDEMINAS.

Reitoria 2016 1O coordenador-geral de Planejamento, Orçamento e Gestão da Rede Federal, Paulo Henrique de Azevedo Leão, destacou o pioneirismo do IFSULDEMINAS ao fazer a licitação das placas fotovoltaicas por meio do Regime Diferenciado de Contratações (RDC). "Essa ação serviu de modelo para outras instituições, abriu caminhos para que pudessem aderir ao IF Solar. Esse projeto está tendo repercussão nacional e é de grande importância para o Brasil todo. Temos unidades do Norte, do Sul e de todo país usando essa licitação do IFSULDEMINAS. Não posso deixar de mencionar também a participação na chamada da ANEEL com a captação de recusrsos para implantação do projeto IF Solares, que é uma continuação do IF Solar".

Texto e Fotos: Ascom/IFSULDEMINAS - Reitoria

Data: 06/07/2017

 

 

  

Clique na imagem abaixo e assista ao vídeo

if

 

 

 

sele instituto federal

selo rede de ensino