Ouça a Rádio Estação Cultura 96,3 FM

  ambiente virtual

ESTAÇÃO CULT

FUNDAÇÃO

ACESSO A INFOR

DOMINIO PUB

CAPES

sisreq

ouvidoria

 

Inclusão

IFSULDEMINAS - Campus Machado recebe alunos da APAE em projeto de inclusão: o ConTato Rural.

DSC 0272Na tarde de ontem, 07/03, o instituto federal recebeu alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE, de Machado, para dar início a um novo projeto de extensão voltado à inclusão social: o ConTato Rural. A ação foi idealizada pela aluna do sétimo período de zootecnia, Marina de Souza, com o apoio do campus e auxílio dos professores Alexandre Tavares e Deliane Cristina Costa. Também participa a discente Caroline Franceli Palomo. O projeto, que é uma parceria da instituição de ensino com a APAE, terá suas ações voltadas para os setores de avicultura e horticultura, propiciando o contato com os animais e o manejo nesses ambientes.

Segundo a estudante Marina, o interesse pelo tema se deu quando soube de um projeto parecido, realizado em Muzambinho. “Fui atrás dos docentes Alexandre e Deliane que me ajudaram muito. O objetivo é que os visitantes tenham um contato com o meio rural e que possam desenvolver habilidades que os ajudem em outras áreas de suas vidas. Com a consolidação das atividades, espero que possamos atingir mais setores”, explica.

Alexandre explicou que, desde o início, quando foi procurado, se prontificou em ajudar no que fosse necessário. “Tivemos o apoio do campus e da APAE. Assim ficou fácil para ajudarmos ao próximo. Aqui eles poderão ter o contato com a natureza e com os animais o que, com certeza, trará benefícios”.

Para a psicóloga da Associação, Gisele Romanelli de Oliveira, o projeto será benéfico na parte emocional e física. “É tudo novo para nós! Mas, realmente, superou minhas expectativas. Pensei que teríamos mais dificuldades. Estou extremamente satisfeita e acredito que será sensacional”. Segundo ela, os participantes fazem parte do Centro Dia, um novo projeto da APAE, voltado para maiores de 18 anos. “Saímos do mundo da sala de aula e temos o contato com pessoas diferentes e situações incomuns. Todos os nossos alunos adoraram a experiência”.

Já para a professora Daiane Moreira Silva, que coordena um projeto de equoterapia voltado para pessoas com necessidades especiais, “uma das funções dos Institutos Federais é proporcionar a extensão dos campi até a comunidade e favorecer o acesso à instituição e melhorar a qualidade de vida, aumentando a inclusão social. É uma experiência incrível ajudar ao próximo e compartilhar saberes”.

 



Texto: Jacssane Andrade
Revisão: Camilo Barbosa
Fotos: Diêgo Souza e divulgação
comunica.machado@ifsuldeminas.edu.br
08/03/2018

facebook  

twitter

 

 

 

 

sele instituto federal

selo rede de ensino